E o cinza sumiu

Parece-me que ultimamente o radicalismo impera em várias situações, não existe mais o meio termo, ou se escolhe o preto ou o branco, o cinza sumiu do mapa. Quer dizer não sumiu, se aparece em algum lugar é odiado pelo preto e pelo branco, pela esquerda ou pela direita, os de cima ou os de baixo.

Radicalismo

Sempre que fui a entrevistas de emprego, tentei mostrar o meu melhor. Acho muito estranho no momento politico atual, ao invés de se mostrar o melhor de si, mostrar o pior dos outros, como se o fato de outro ser pior em algo nos tornar melhores em tudo, que engano.

Claro que o errado, vai continuar sendo errado: Homofobia, “pai” que dá um jeito de não pagar pensão alimentícia, quem rouba, quem leva vantagem em troca de beneficio financeiro, enfim, errado é errado! Não existe “menos errado” ou “quem roube menos”, se é errado merece punição, fim de papo! Independente se é preto, branco, cinza ou malhado!

Hoje quando se é contrário a uma opinião é tido como burro, inculto, nazista e por ai vai, sumiu o simples compreender e respeitar a opinião alheia, mesmo que seja contrária a sua. Talvez pela falta de tempo que todos têm, é mais fácil não tentar entender nada, se é contra sua opinião e tem mais de 140 caracteres, não me interessa. Afinal quão eterno são os 5 segundos para pular o anúncio no Youtube não é mesmo?

Com toda essa pressa, esta falta de gentilezas no tratamento com o outro, nos esquecemos também do quanto erramos, sempre buscamos o melhor mas conseguimos ser melhores? Canso de afirmar que nenhum aluno quer um emprego médio, um professor médio, uma aula média ou mesmo um carro médio ou uma namorada(o) média(o) todos querem o melhor! W/Brasil, DM9, Ferrari, Maserati, Bündchen, Di Caprio, etc, mas na hora das médias finais de semestre se apresentam na média (nota cinco mesmo, ou às vezes 4,8 com choradeira), direitos eu quero! Mas deveres? A revisão da matéria se tornou mais importante que as aulas do semestre!

Não sei de onde vem essa pressa toda? Talvez pelo excesso de informações que nos torna cada dia mais insensíveis (caiu outro avião na Ucrânia? Morreram 400 pessoas? Ah poxa, vamos as novidades da Fazenda ou BBB), sei que simplesmente xingar ou categorizar como xiita, burro, comunista, coxinha, ou qualquer adjetivo assim a quem se opõe a suas ideias é mais fácil que tentar entender o ponto de vista alheio, quer dizer talvez não exista tempo para debater sobre isso mais, afinal se perde mais do que cinco segundos e você quer ver o novo vídeo do Porta dos Fundos.

Ah e desculpe o texto com mais de 140 caracteres.

Anúncios

1 comentário

  1. Leandro M.D. · outubro 21, 2014

    Tempos complicados estes nossos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s